Recentes - Blog HZM
Exercício leve é suficiente para reduzir risco de morte por câncer

Exercício leve é suficiente para reduzir risco de morte por câncer

Uma curta caminhada ou a realização de tarefas domésticas já são suficientes para reduzir o risco de morte por câncer. É o que aponta um novo estudo americano, no qual indivíduos sedentários apresentaram risco 82% maior de óbito pela doença. Outra pesquisa internacional, com participação de cientistas brasileiros, amplia o conhecimento acerca dos benefícios do exercício para o paciente oncológico.

Atividade física e saúde óssea

Atividade física e saúde óssea

Cerca de 10 milhões de pessoas convivem com a osteoporose, apenas no Brasil. Segundo o Ministério da Saúde, praticar atividade física é a melhor maneira de prevenir a doença, considerada silenciosa, por não provocar dor. Veja recomendações para evitar o problema e ajudar no tratamento de quem o enfrenta.

Exercício, obesidade e resposta do organismo à Covid-19

Exercício, obesidade e resposta do organismo à Covid-19

Novas pesquisas divulgadas esta semana ampliam o conhecimento acerca de dois fatos já observados no campo da Medicina Esportiva: o poder do exercício numa melhor resposta do organismo aos efeitos da Covid-19 e o risco aumentado da obesidade. Conheça esses e outros estudos em andamento pelo mundo e veja a opinião de médicos e pesquisadores.

Ganhos do exercício podem ser transmitidos pelo sangue, indica estudo

Ganhos do exercício podem ser transferidos pelo sangue, indica estudo

Estudo americano publicado em julho na revista Science investiga os fatores responsáveis pela manutenção ou melhora da capacidade cognitiva relacionados ao exercício. Os pesquisadores transferiram o plasma de camundongos ativos fisicamente para animais sedentários e perceberam que estes últimos obtiveram os efeitos benéficos da prática de exercício.

O médico do esporte na pandemia: entrevista com Dr. Luiz Riani

O médico do esporte na pandemia: entrevista com Dr. Luiz Riani

Enquanto alguns médicos do esporte se dedicam ao desempenho do atleta, o Dr. Luiz Augusto Riani Costa segue uma direção clínica, que reúne exercício, saúde e ciência. Em entrevista ao blog do Instituto HZM, onde é professor, ele fala de sua carreira e da importância da Medicina Esportiva no cenário de pandemia.

WhatsApp